Aparelhos ortodônticos, implantes, próteses, são objetos de trabalho de algumas áreas da Odontologia e a Fonoaudiologia vem em parceira promover uma integração entre forma e função dos pacientes que são expostos a essas intervenções.

O posicionamento inadequado dos dentes pode favorecer a alteração dos padrões posturais e funcionais assim como uma alteração funcional e postural pode levar a uma alteração dentária.

Alguns pacientes com correções ortodônticas têm modificadas suas faces, seus espaços intra-orais e necessitam de uma adequação das funções de mastigação e deglutição, bem como de suas posturas.

A atuação conjunta é mais comum em pacientes com mordida aberta anterior ou lateral, mordida cruzada, prognatas e respiradores orais.

A readequação das funções de respiração, mastigação, deglutição e da articulação juntamente com o trabalho ortodôntico diminui os casos de recidivas.

Os pacientes que são submetidos à colocação de implantes também podem necessitar de uma adequação de funções mastigatórias e posturais, assim como aqueles que se utilizam de próteses.

O trabalho entre a Odontologia e a Fonoaudiologia favorece a discussão, análise e orientação dos casos estabelecendo as prioridades para cada paciente com resultado mais satisfatório do ponto de vista estético e funcional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× dois = 4